Meu Recanto de Versos e Prosas...

Um Lugar Calmo e Aprazível Onde Você se Diverte, Reencontra e/ou Revive Suas Mais Infinitas Emoções!

Textos

BRINCANDO DE PAPAI NOEL...


Duas crianças brincavam de conversar ao telefone. Ali, com base no seu conhecimento pueril, elas falavam de tudo, mas o assunto principal de uma delas era a vinda de Papai Noel.

A que aparentava ser a mais velha, contava para a outra sua experiência sobre o Papai Noel e assim iniciou seu diálogo:

- Papai Noel prometeu que vai aparecer aqui na minha casa para me dar um presente e eu estou muito ansiosa esperando esse momento chegar. Tomara que ele venha logo.

A outra, mais preocupada com o brinquedo que carregava nas mãos, deu a entender que não tinha escutado nada.

A mais velha insistiu na continuidade da conversa e para chamar a atenção da outra que parecia um pouco dispersa, cutucou o ombro esquerdo dela e disse-lhe em seguida:

- Eu acredito nele. Eu sei que ele existe, mas a última vez que ele apareceu aqui na minha casa demorou pouco tempo. Meus pais me disseram que ele estava com pressa, pois havia outras crianças para ele visitar...

A segunda criança, que até então permanecia calada, esboçou um sorriso meio sem graça e decidiu falar:

- Eu também acredito no Papai Noel. Também sei que ele é um homem muito ocupado, mas ele não precisava trazer o mesmo presente que eu ganhei ano passado. Meus pais me disseram que isso também acontece com outras crianças. Eu acreditei neles. Você também acredita?

- Em quem? No Papai Noel ou nos nossos pais? – quis saber a mais velha.

Silêncio total. As duas se entreolharam, deram uma bela gargalhada e continuaram brincando de Papai Noel.
Germano Correia da Silva
Enviado por Germano Correia da Silva em 24/12/2010
Alterado em 24/12/2010
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras