Meu Recanto de Versos e Prosas...

Um Lugar Calmo e Aprazível Onde Você se Diverte, Reencontra e/ou Revive Suas Mais Infinitas Emoções!

Textos

LUTA INCOMUM DE UM POVO


Quem canta seus males espanta
Nos conta um velho ditado
E quem bem cedo se levanta
Por Deus é sempre ajudado

Protestando mui animado
O povo propôs mudanças
Mas pouco tem conquistado
Com essas suas andanças

Um fato assaz relevante
Na base presidencial
Tiraria sua representante
Fosse por bem ou por mal

O povo foi para a avenida
Embalando a sua toada
E forçaram a sua saída
E ela não pôde fazer nada

Um impeachment foi aceito
E segue seu curso normal
Mas a política e o direito
Vivem num inferno astral

A política age de um jeito
A justiça não tem guarida
E sem um consenso perfeito
A lide segue aguerrida

Por meio de altos e baixos
O pleito vai caminhando
E em meio a rios e riachos
O povaréu segue apoiando

Um tal governo provisório
Assumiu o posto central
E num gesto meio inglório
Deu seu retoque final

Era vice e esteve junto
Mas agora está separado
E também foge do assunto
Quando lhe é direcionado

Ele está feliz no posto
Ela aguarda uma sentença
Mas nesse final de agosto
Tomara que o povo vença

O pleito dividiu a massa
De uma forma inesperada
E quanto mais o tempo passa
Mais a lide fica emperrada

Há grupos opostos lutando
Por vezes, incessantemente
E ainda há alguns pleiteando
A reassunção da presidente

Uma parte vê o interino
Como "persona non grata"
Outra o considera um ferino
De paletó e gravata

Com culpados e inocentes
Segue a contenda política
E vale a regra do presente
Mesmo que ela seja atípica

Os corruptos e corruptores
Mesclam-se nesta disputa
E numa inversão de valores
Acabam acirrando a luta

Ela está perdendo o jogo
Ele está quase a caminho
O povo que assinou a rogo
Mais uma vez está sozinho
Germano Correia da Silva
Enviado por Germano Correia da Silva em 12/08/2016
Alterado em 17/08/2016
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras