Meu Recanto de Versos e Prosas...

Um Lugar Calmo e Aprazível Onde Você se Diverte, Reencontra e/ou Revive Suas Mais Infinitas Emoções!

Textos

COM AS CALÇAS NAS MÃOS
 
Uma boa parte do ser humano tem medo de algo ou já passou por alguma situação embaraçosa que lhe trouxe algum dissabor ou tem alguma lembrança indesejada guardada no âmago do seu ser, que lhe faz lembrar que em certo dia de sua vida já esteve com as calças nas mãos.

No anedotário popular brasileiro, quando alguma pessoa fica “com as calças nas mãos”, significa que ela conquistou algo "por pouco", significa que ela conseguiu algum resultado, principalmente esportivo, numa situação que envolvia algum apuro,  alcançou o resultado “na bacia das almas”.

Portanto, se alguém diz que seu time ganhou a partida "com as calças na mão", significa que ele esteve na iminência de não ganhar.

Talvez seja essa uma das hipóteses mais prováveis para a origem dessa expressão, ao se considerar que num jogo apostado, o apostador perde tudo que possui, a ponto de já estar com as calças na mão, pronto para dar o último bem de que dispõe, no entanto, num aborto de sorte, acaba vencendo.

A expressão “com as calças na mão” também é o nome de um filme brasileiro do ano de 1975, do gênero comédia, dirigido por Carlo Mossy, com a participação de Jorge Dória, Wilza Carla, Henriqueta Brieba, Lady Francisco, Zezé Macedo, Tião Macalé, entre outros.

A par destas considerações básicas acerca da origem dessa expressão muito usual no dia a dia do ser humano, é que me transporto para a comunidade Cafundós de Judas, onde vive Jô Formigão, um neopolítico nacional que ora se encontra em apuros, por estar envolvido num esquema de recebimento de propinas.

Contam as más línguas que, recentemente, esse "homem do povo" foi apanhado com as calças nas mãos, literalmente falando, ao ser visto por membros da oposição da política partidária local, negociando parte de um lote de calças, adquirido com dinheiro recebido do esquema “propinoduto” instalado na sua região.

Como se vê, nem a famigerada Cafundós de Judas, reduto eleitoral do pacato vereador Jô Formigão, conseguirá se safar das garras dos policiais da Operação Lava Ligeiro, camuflados entre os munícipes dessa comunidade.
Germano Correia da Silva
Enviado por Germano Correia da Silva em 27/10/2017
Alterado em 29/10/2017
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras