Meu Recanto de Versos e Prosas...

Um Lugar Calmo e Aprazível Onde Você se Diverte, Reencontra e/ou Revive Suas Mais Infinitas Emoções!

Textos

UM CASO PARA SER RESOLVIDO ENTRE AMIGOS

 
 
Um desses cidadãos que se preocupa com o modo de viver das pessoas de sua comunidade foi visitar seu melhor amigo e, em chegando lá, ficou muito preocupado com o que viu.

Muito desolado, disse que foi triste contemplar o semblante apático daquele cidadão de comportamento familiar exemplar, que sempre trilhou pelos caminhos dos bons costumes, sentado naquela cadeira de balanço, sem mais nada para fazer, apenas e tão-somente cuidando daquelas malas cheias de dinheiro de outro amigo que lhe pediu para guardar em seus aposentos.

De acordo com seu modo filantrópico de ver a vida, ele disse que não seria justo ver aquele camarada seu, amigo de longa data, naquele estado de tensão a que estava sendo submetido e ficar ali, inerte, sem fazer algo que pudesse ajudá-lo naquele momento inusitado de sua vida.

Sua preocupação e efetiva vontade de ajudar ao próximo e resolver, de pronto, aquela situação desesperadora de seu amigo viria a se confirmar com o que ele ouviria em seguida de seu confrade anfitrião:

- Não sei mais o que fazer com isso, porque faz um mês que esse nosso amigo está sem dar notícias. Ligo para os telefones dele e sempre cai na caixa postal - confidenciou , meio ansioso.

O confrade visitante, agora ainda mais preocupado que antes em razão daquela situação atípica na vida de seu parceiro de partido, o abraçou por alguns segundos e se propôs a ajudá-lo; ato contínuo, recolheu as malas e as acolheu no bagageiro de seu carro conversível e saiu depressa sem dizer para onde iria, aliviando, assim, o estado de tensão de seu confrade.

A esposa do confrade anfitrião acha que o confrade visitante estava a mando do dono da grana emalada, já o filho primogênito do casal, o mais desconfiado família, jura de mãos postas e pés juntos que seu pai caiu no golpe aplicado pelo amigo de coração generoso.

E agora? Será que o guardador da grana que estava nas malas que acabaram de ser recolhidas por um amigo do amigo do amigo dele, se esforçará para localizar o real paradeiro do dono dela e contará sua versão para justificar a ocorrência desse fato novo?

Será que ele, por precaução, irá providenciar um Boletim de Ocorrências para registrar o episódio, ou sem outra alternativa sumirá em definitivo de sua comunidade com toda a família?
Germano Correia da Silva
Enviado por Germano Correia da Silva em 14/05/2019
Alterado em 22/05/2019
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras